Metodologia Ágil: entenda o que é e conheça os principais tipos

A busca por métodos mais eficientes de gestão de projetos deve ser constante em uma empresa que deseja melhorar suas operações e potencializar seus resultados através de entregas mais assertivas. Nesse ambiente, surge a metodologia ágil (também conhecida como metodologia agile).

Trata-se de uma alternativa ao modelo de gestão de projetos tradicional, que visa aprimorar processos garantindo o aumento de produtividade e entregas mais ágeis . As metodologias ágeis tem se mostrado extremamente vantajosas.

Neste artigo, você entenderá melhor o que são as metodologias ágeis. Acompanhe!

O que é metodologia ágil e quais seus princípios?

Para você entender melhor como funcionam as metodologias ágeis, vamos pensar na seguinte metáfora: suponhamos que um maratonista de alta performance tenha como objetivo principal cruzar a linha de chegada após uma grande trajetória. Entretanto, para isso, ele deve atingir pequenas metas ao longo do caminho até chegar ao ponto máximo desejado.

Portanto, para que isso ocorra, ele deve ser bastante ágil e eficiente para aprender a gerir bem o seu tempo e desempenho. Desse modo, poderá concluir com êxito cada uma de suas metas para chegar ao fim da prova. Com isso em mente, podemos afirmar que a metodologia ágil é uma forma de acelerar as diversas etapas de um projeto que uma empresa precisa executar durante o seu desenvolvimento.

Em outras palavras, podemos afirmar que a metodologia ágil tem como função proporcionar respostas e ações rápidas sobre um projeto, criando oportunidades para potencializar o seu desenvolvimento. Essa metodologia funciona com base em alguns princípios, que são:

  • comunicação;
  • praticidade;
  • alinhamento de expectativas;
  • adaptabilidade;
  • flexibilidade. 

Quais os benefícios que ela proporciona para as empresas?

Agora que você já entendeu o que é a metodologia ágil e os princípios pelos quais ela se baseia, vamos mostrar quais são os principais benefícios que podem ser conquistados ao implementá-la. Continue lendo!

Um desses benefícios está relacionado com o fato de que as metodologias ágeis têm por objetivo maximizar a execução dos trabalhos de equipes envolvidas em projetos, bem como os resultados que são gerados para os clientes. Nesse sentido, ocorre um ganho de produtividade que pode ser refletido positivamente na receita da empresa.

Além disso, sem dúvidas, o maior de todos os benefícios é a garantia de que toda execução de projeto seja feita da forma que foi determinada e dentro do prazo estipulado, com total coerência com o que foi proposto inicialmente.

Você verá que algumas das metodologias que vamos mencionar no tópico seguinte também proporcionam certo nível de motivação entre os colaboradores da equipe de desenvolvimento do projeto. Isso porque, como existem prazos para entregar cada uma das etapas, essas pessoas acabam por se motivar a fazer o máximo possível para conseguir concluí-las a tempo de bater a meta estipulada.

Quais são os principais tipos de metodologias ágeis?

Agora, vamos descrever os principais tipos de metodologias ágeis que podem ser aplicadas em seu negócio. Continue lendo!

Scrum

A Scrum é uma das metodologias ágeis mais utilizadas pelas empresas. Sua característica principal está na forma como são definidos os ciclos ou etapas de desenvolvimento. Esse tipo de estratégia é comumente utilizada em projetos de desenvolvimento de software, mas também pode ser adequada e utilizada em outros contextos de negócio.

Ela foi criada por volta dos anos 1980. Os ciclos ou etapas que são definidas recebem o nome de Sprints. Eles duram em média de duas a quatro semanas. Outra característica presente nessa metodologia ágil é a necessidade da realização de reuniões diárias com os colaboradores envolvidos no projeto.

Lean Development

Essa é uma metodologia que foi criada pela famosa indústria automobilística Toyota, para o desenvolvimento de um software próprio. Nesse caso, ela é capaz de oferecer uma série de princípios, valores e boas práticas no desenvolvimento de um projeto. Um dos principais diferenciais dessa metodologia é a possibilidade de acabar com atividades supérfluas por parte da equipe, evitando o desperdício de tempo e, principalmente, a redução de custos.

Além disso, essa metodologia tem a característica de ser facilmente mensurada e escalada. Bem como, a perfeita possibilidade de adaptação a qualquer tipo de projeto independentemente da sua dimensão.

Kanban

A palavra Kanban é originária do Japão e tem o significado literal de sinalização ou carta. Nesse sentido, ela pressupõe a utilização de cartões e, posteriormente, de post-its para indicar o status da execução de cada uma das etapas do projeto. Em outras palavras, essa metodologia visa aumentar a produtividade e potencializar a realização e entrega de tarefas. 

O objetivo principal dessa metodologia é proporcionar ao gestor uma maneira visual de acompanhar as práticas que são utilizadas, além dos recursos que foram necessários em cada uma das etapas. Assim, é feito um acompanhamento usando as ferramentas mencionadas no parágrafo anterior. 

eXtreme Programming 

Essa metodologia também é conhecida como XP e foi criada por volta do ano de 1997, com o objetivo de ser utilizada em projetos relacionados a engenharia. Por esse motivo, ela é mais comum de ser utilizada na área de desenvolvimento de softwares. 

A Xp é considerada uma metodologia ágil pois consegue se ajustar bem a pequenas e médias empresas, para tanto, adota uma estratégia de constante acompanhamento e execução de pequenos ajustes ao longo de um processo. Ela possui algumas características marcantes, tais como:

  • feedbacks constantes;
  • abordagem incremental;
  • encorajamento da comunicação entre as pessoas envolvidas.

Ela possui cinco valores fundamentais, que são: a comunicação, simplicidade, feedback, respeito e coragem. A partir desses elementos ela também constitui outros 5 princípios básicos que são: feedback rápido, presunção, simplicidade, mudanças incrementais, aceitação de mudanças e trabalho de qualidade.

Entre as variáveis de controle nos projetos existe um foco explícito no escopo. Sendo assim, é recomendado que sejam priorizadas as funcionalidades que representem o maior valor possível para um negócio. Assim, caso seja necessária uma redução no escopo do projeto, as funcionalidades menos valiosas poderão ser adiadas ou, até mesmo, canceladas.

A metodologia XP incentiva, portanto, o controle de qualidade como uma variável fundamental de um projeto. Afinal, o pequeno ganho da produtividade em um curto espaço de tempo, caso diminua a qualidade, não pode ser compensado por perdas ou até impedimentos a médio e longo prazo.

Crystal

Por fim, temos a metodologia denominada de Crystal. Na realidade, ela traz consigo uma família de metodologias ágeis, que tem nomes diferenciados de acordo com a quantidade de pessoas existentes em cada uma de suas equipes.

A metodologia Crystal é uma abordagem que é focada nos talentos e habilidades das pessoas envolvidas em um projeto permitindo que todo o seu processo de desenvolvimento seja moldado conforme as características específicas de cada um dos membros da equipe, possibilitando, dessa forma, uma mescla em sua cultura de trabalho com a proposta de desenvolvimento ágil.

Como você pôde perceber, são muitos exemplos de metodologia ágil que você pode implementar em seu negócio. Agora que você sabe o conceito de cada uma delas, basta definir a que melhor se adapta ao seu projeto e começar sua implementação. 

Se você quer continuar aprendendo sobre outros assuntos e conceitos importantes para o seu negócio, confira o post que preparamos. Nele, mostraremos um guia completo sobre Lean Office e Lean Manufacturing, por exemplo; suas diferenças e principais indicações de uso. Confira!

Voltar para o Blog

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.