7 motivos que justificam aumentar o investimento em tecnologia nas empresas

A tecnologia é a base da transformação digital. Computação na nuvem, Internet das Coisas, Big Data, Analytics, Business Intelligence e diversas outras soluções ajudam a otimizar processos e melhorar os resultados de uma organização. É por isso que aumentar o investimento em tecnologia nas empresas é uma questão de sobrevivência.

A lógica é simples: os negócios que não se adaptarem à nova realidade perderão fatias de mercado para a concorrência. Afinal de contas, para se destacar, é necessário buscar eficiência produtiva e redução de custos. Sem tecnologia, isso não é possível.

Para ajudar você a entender melhor a importância de adotar inovações tecnológicas no seu negócio, preparamos este artigo. Veja, a seguir, 7 motivos que justificam o aumento desse investimento. Boa leitura!

1. Superação de crises

O mercado é volátil. Mudanças na economia, desemprego, redução de consumo e alterações no comportamento do consumidor impactam as estratégias das empresas. As tecnologias são fundamentais para gerir riscos, porque permitem que o seu negócio passe ileso — ou, pelo menos, com o menor dano possível — por momentos de crises.

Dados obtidos com soluções de inteligência de negócios, por exemplo, ajudam a antecipar tendências e prever crises. Dessa forma, é possível agir pontualmente para que as flutuações do mercado não afetem o desempenho da empresa.

Recursos tecnológicos ainda contribuem para automatização de processos, redução de custos, além da identificação e eliminação de gargalos operacionais. Com isso, o preço praticado no mercado pode se tornar mais atrativo. Assim, mesmo em tempos de crise, a empresa continua faturando.

2. Eficiência operacional

Uma das maiores vantagens de investir em tecnologia nas empresas é a otimização de processos. O trabalho manual é mais demorado e suscetível às falhas. O resultado disso pode ser percebido na perda de eficiência operacional.

As tecnologias automatizam e concluem tarefas em uma velocidade que nenhum ser humano conseguiria. Sem erros e retrabalhos, as soluções se tornam mais rápidas e, principalmente, mais eficientes.

3. Capacidade produtiva

Usar tecnologia não significa demitir funcionários e substituir a mão de obra humana por máquinas. A verdade é que esses recursos ajudam a otimizar o trabalho das pessoas e elevar a capacidade produtiva. Ou seja, os profissionais da sua empresa conseguirão executar as mesmas tarefas em menos tempo.

Em vez de a equipe financeira dedicar boa parte do dia preenchendo planilhas e mensurando dados de maneira manual, por exemplo, soluções tecnológicas automatizam parte desse processo, registram histórico de movimentações e geram dados valiosos.

Por consequência, os colaboradores se livrarão das tarefas repetitivas e dos retrabalhos a fim de focar na execução de estratégias, em soluções para aprimoramento de processo, na identificação de oportunidades etc.

4. Redução de custos

Pode parecer estranho falar em economia quando ao assunto é gastar ainda mais com soluções tecnológicas para a sua empresa. No entanto, ao automatizar tarefas, agilizar processos, reduzir desperdícios e eliminar retrabalhos, é possível aproveitar melhor o capital da empresa, tanto o humano quanto o financeiro.

Assim, você vai gastar menos para fazer as mesmas atividades — porém, com mais qualidade — e lucrar mais. A redução de custos, portanto, está totalmente ligada à eficiência operacional e ao aumento da capacidade produtiva.

5. Boa percepção dos clientes

O consumidor moderno é tecnológico. Empresas que investem em marketing digital, chatbots, atendimento omnichannel, realidade virtual, realidade aumentada e wearables, por exemplo, são valorizadas pelos clientes.

Ainda assim, existem soluções que são imperceptíveis aos olhos do consumidor, mas que proporcionam experiências mais ágeis e alinhadas às expectativas de cada um deles. A otimização de processos, portanto, também interfere na forma que o cliente percebe a sua empresa.

Sem contar nas tecnologias de análise de dados que são usadas com o intuito de entender melhor o perfil do consumidor. Com essas informações em mãos, é possível identificar preferências e necessidades de consumo a fim de melhorar a experiência do cliente, aumentar as vendas, garantir satisfação e fidelizar.

6. Segurança de dados

O volume de dados gerados dentro de uma empresa é gigantesco. Muitos deles são sigilosos — como dados financeiros, de clientes, de performance, entre outros — e têm alto valor estratégico. Portanto, perdê-los pode gerar prejuízos para empresa, tanto de natureza financeira, quanto de reputação.

Armazenar tudo isso em planilhas de Excel ou papéis físicos não é melhor estratégia, muito menos a mais confiável. As tecnologias de gestão estratégica em nuvem, por exemplo, são bem mais seguras, pois fazem backups automáticos e os dados são criptografados.

Na prática, isso significa que ninguém terá acesso aos seus dados, a não ser que você conceda uma permissão. Portanto, o sistema se torna imune às ações de hackers. Além disso, caso o seu equipamento seja danificado ou furtado, você também não perderá o acesso às informações essenciais para a sua gestão.

7. Competitividade no mercado

Fazer investimento em tecnologia nas empresas é uma questão de sobrevivência. Isso porque adotar soluções tecnológicas é uma forma de destacar o seu negócio e garantir vantagem competitiva.

De acordo com um artigo publicado pela INSEAD — escola de pós-graduação global especializada em negócios — o investimento em novas tecnologias pode aumentar de 35% para 72% a competitividade corporativa. Afinal de contas, empresas do mundo inteiro estão aplicando recursos em serviços baseados em nuvem, mobilidade e ferramentas de colaboração.

Quem não acompanhar o movimento do mercado vai perder clientes para a concorrência. No entanto, ainda segundo a pesquisa, não adianta gastar com isso se a sua empresa não tiver processos padronizados e capacidade de extrair valor desses dados.

O Big Data, por exemplo, é uma ferramenta valiosa para as organizações. Contudo, muito além de ter o recurso disponível, é necessário garantir uma boa gestão de dados a fim de transformar esse amontoado de informações em conhecimento estratégico. O propósito é melhorar a performance da empresa.

Em suma, para crescer e prosperar, é fundamental aumentar o investimento em tecnologia nas empresas. Isso porque elas preparam a sua empresa para momentos de crise, aumentam a eficiência produtiva, reduz custos, garante segurança dos dados e, ainda, torna o seu negócio mais competitivo.

Planejamento Estratégico que não dá resultados? Controle financeiro inadequado? Metas que não são batidas? Entre em contato conosco e conheça o Scoreplan. Ou, se quiser saber sobre esse software antes, veja este artigo.

❰ Voltar para o Blog

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

3 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.