Diagnóstico de inovação: o que é e quais as vantagens?

Inovar, inovar e inovar, sempre. Essa é, provavelmente, uma das “máximas” que norteia a atuação de empresas que conseguem se manter atualizadas com as necessidades do mercado.

Por essa razão, fazer um diagnóstico de inovação — que deve avaliar o potencial de inovação que está sendo alcançado e pode-se alcançar em uma empresa — se torna tão essencial.

Quer saber mais sobre diagnóstico de inovação e conhecer quais as suas principais vantagens para o seu negócio? Continue a leitura e saiba mais!

O que é o diagnóstico de inovação?

Atualmente, não é possível pensar um modelo de negócio sem considerar a tecnologia e a inovação como pilares. Dessa forma, um diagnóstico de inovação funciona como uma consulta médica de checkup, em que o paciente recorre a um profissional especializado para fazer uma avaliação da sua saúde, afim de identificar possíveis problemas, tendências de, e saber o tratamento adequado – de resolução ou prevenção.

Da mesma forma, é preciso que de tempos em tempos os processos e estratégias da empresa passem por um diagnóstico para entender se, a nível de inovação, a empresa está debilitada, doente ou sadia – abusando das referências as consultas médicas.

Entre outras palavras, um diagnóstico de inovação serve para avaliar a capacidade da empresa de inovar, e ainda, atua como fortalecedor da cultura de inovação.

Para atingir esse objetivo, o diagnóstico de inovação conta com um conjunto de questões que devem ser analisadas (respondidas) pelos profissionais responsáveis pelas áreas táticas e estratégicas da empresa.

Como realizar o diagnóstico da inovação?

O diagnóstico de inovação costuma ser dividido em três fases:

  • Coleta: corresponde a um questionário que deve ser respondido;
  • Análise: nesta etapa deve-se analisar as respostas e resultados obtidos de forma geral, comparando se possível com os resultados de diagnósticos anteriores já realizados, e fazendo um drill down para chegar as raízes dos resultados insatisfatórios;
  • Plano de ação: é o processo de traçar planos para potencializar a cultura de inovação na empresa.

Considerando que a elaboração dos Planos de Ação é a última etapa, antes de iniciá-la é necessário considerar alguns fatores. Confira!

Risco de Mercado

É preciso considerar as condições em que sua empresa opera para que seja possível investir na inovação sem medo de sofrer muitas dores de cabeça no futuro.

Esse tipo de análise e consideração é fundamental porque, mesmo que uma ideia seja extremamente válida, ela pode não ser adequada aquele determinado mercado, por questões culturais ou até mesmo de legislação. Da mesma forma, é possível que a empresa não tenha os recursos necessários, os meios de consegui-los. Ao fazer essa análise, erros e desperdícios de recursos como tempo e dinheiro são evitados.

Risco tecnológico

A tecnologia, muitas vezes, está relacionada diretamente com a inovação. Logo, não se pode pensar em ideias inovadoras para o negócio sem garantir que as bases tecnológicas sejam adequadas. Lembre-se de que os recursos evoluem com muita rapidez e se tornam obsoletos da mesma maneira.

Assim, mesmo que você adote uma base tecnológica adequada, não se esqueça de que em pouco tempo ela pode se tornar ultrapassada. Isso pode fazer com que os projetos inovadores — que dependem desses recursos — estejam sujeitos a um maior risco de falha.

É importante ressaltar que nem sempre a tecnologia está atrelada a inovação, isso é um mito. Uma inovação na forma de aplicar um processo, tornando ele mais ágil e menos burocrático, não necessariamente precisa de suporte tecnológico, e nem por isso a ação deixa de ser inovadora e importante. Essa é uma avaliação que precisa ser feita; é necessário mesmo investir em recursos tecnológicos? Se a resposta for sim, outra avaliação que ainda precisa ser feita é se a empresa dispõe de recursos, ou meios de consegui-los, para adquirir e ainda, operar com essa tecnologia.

Risco financeiro

Qual o investimento necessário para tal ação? É viável para a empresa? Vai valer a pena? Ou seja, o que vamos ganhar com isso?

Esta é a análise que precisa ser feita antes de qualquer ação.

Quanto mais informações você tiver nesse sentido, menores serão os riscos financeiros a que a empresa estará exposta. O que é extremamente importante, considerando que um investimento inadequado pode atrapalhar o crescimento e continuidade do negócio como um todo.

Quais as vantagens do diagnóstico de inovação para a empresa?

Além de fortalecer a cultura, o diagnóstico de inovação propicia também o conhecimento de diferentes percepções no que tange a inovação dentro da empresa. Não é novidade que inovar é essencial para permanecer ativo e competitivo no mercado, mas para facilitar sua compreensão separamos aqui 3 grandes vantagens de realizar um Diagnóstico de Inovação:

Redução de Desperdícios (custos)

Quando você analisa de forma detalhada a possibilidade e circunstâncias de implementar determinado produto/serviço/processo inovador, é possível evitar o desperdício de recursos, identificando em quais projetos a taxa de sucesso é mais alta. Inovações por si já tendem a reduzir custos, pois geralmente inova-se também na maneira de fazer as coisas – eliminando etapas desnecessárias, burocracias e refugos/retrabalhos.

Retorno sobre o Investimento — ROI

Semelhante ao que foi mencionado anteriormente, o diagnóstico de inovação mostra com maior clareza se os retornos trazidos com a inovação são capazes de, pelo menos, cobrir os investimentos – o que se espera de qualquer projeto empresarial.

Otimização do Planejamento Estratégico

Fazer um Diagnóstico de Inovação faz com que a empresa comprometa-se com a cultura de inovação e obtenha vantagens competitivas – isso, é claro, através da adoção das medidas necessárias identificadas no diagnóstico. Sendo assim, o Diagnóstico de Inovação, assim como a Análise SWOT, deve ser uma ferramenta usada como fonte de informações para o Planejamento Estratégico, já que este irá definir os objetivos de longo prazo da empresa, bem como os planos de ação para atingi-los.

Então, gostou do nosso post? Aproveite para nos seguir nas redes sociais e acompanhar nossas atualizações de conteúdo. Estamos no Youtube, LinkedIn, Instagram, Facebook e TikTok. Até a próxima!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.