Como colocar em prática os 3Ps na estratégia da sua empresa?

Já dizia o escritor e filósofo Robert M. Pirsig que a qualidade não está nas pessoas ou em coisas, mas na relação entre elas. Assim sendo, os 3Ps da estratégia vêm a ser a abordagem pela qual sua empresa alinha os três aspectos mais importantes da gestão. Sejamos honestos: quantas vezes tivemos a impressão de que o planejamento não passa de teoria? Ou que a adequação de processos é complexa demais para ser colocada em prática, ainda mais em pequenas e médias empresas?

Pois é, para que essa teoria faça sentido na vida real que servem os 3Ps. Tratados em conjunto, eles oferecem muito mais que uma bela apresentação em Powerpoint, mas um verdadeiro guia para orientar em todas as suas atividades. Vamos ver como isso funciona?

O que são os 3Ps da estratégia?

Como bem observou o genial professor e guru da gestão Michael Porter, é tarefa de um gestor promover a integração entre equipes, setores e pessoas. Com isso, a empresa garante que suas forças internas serão utilizadas no máximo de suas capacidades para aproveitar as oportunidades.

Por analogia, imagine que a empresa é um piloto de Fórmula 3 com um carro de Fórmula 1 nas mãos. Nesse caso, ela até tem parte do conhecimento para dar conta do desafio de guiá-lo, mas no fim, alguma coisa vai faltar. 

Aplicando os 3Ps da estratégia, você assegura que sua empresa terá todos os requisitos necessários alinhados para obter o máximo de rendimento. Dessa forma, quando aparecer a oportunidade de pilotar uma McLaren, você estará pronto para conduzi-la e, assim, levar a sua equipe à vitória.

Então, veja na sequência como cada um dos “Ps” se encaixa nessa estratégia.

Planejamento

Para quem não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve, certo? Embora Lewis Carroll provavelmente não tenha pensado em empresas quando escreveu essa frase, ela cai como uma luva no contexto dos negócios. Afinal, o que mais se vê no ambiente empresarial são gestores perdidos, sem saber o que querem e, assim, não há como chegar a um destino feliz.

Por mais que a capacidade de improvisar seja bem-vinda em certos casos, na prática, é muito difícil uma empresa se manter ativa e próspera sem um mínimo de planejamento. Não por acaso, esse é o primeiro “P” a ser tratado, já que é por ele que um negócio define seus objetivos e o que pretende fazer para alcançá-los. Algumas ferramentas usadas para moldar esse componente da gestão são:

Projetos

Além dessas 4 ferramentas usadas para planejar um negócio, uma empresa também precisa definir o tripé Missão, Visão e Valores. Com eles, todos os gestores e colaboradores ganham uma visão abrangente do negócio, ganhando com isso um propósito real ao fazer parte de uma organização.

No entanto, o dia a dia pede mais que uma visão abrangente. Afinal, novos desafios surgem o tempo todo, fora a exigência por inovação imposta pelos movimentos da concorrência. O que fazer para dar conta? Nesse caso, é a gestão por projetos que vai dar o suporte necessário para que sua empresa se mantenha competitiva. Sua “Bíblia” é o Guia Project Management Body of Knowledge (PMBOK), do qual falamos com detalhes mais à frente.

Processos

Planejar e projetar são fundamentais para antecipar cenários e entender o que deve ser feito antes de partir para a prática, minimizando assim a margem de erro. Por outro lado, a realidade nem sempre condiz com o que foi projetado no papel.

Para que essa discrepância seja reduzida, entra em cena o conceito de BPM — Business Process Management, ou Gerenciamento de Processos de Negócio, em bom português. Além desses 3Ps, há quem acrescente outros à lista, em virtude da sua importância estratégica para as atividades produtivas. Conheça-os a seguir.

Pessoas 

Não há projetos e processos bem arquitetados e conduzidos sem pessoas. Por isso, é fundamental que a empresa conte com os braços e mentes certas para que, com seus conhecimentos, habilidades e atitudes, elas sirvam aos propósitos da alta gestão.

Produto

Outro componente que pode ser apontado como a razão de existir de uma empresa é o seu produto ou serviço. Nesse quesito, é necessário que seus métodos de produção, distribuição e vendas respeitem os bons princípios da Gestão da Qualidade Total

Como colocá-los em prática?

Agora que você conhece os “Ps”, é hora de saber como aplicá-los em conjunto na sua empresa. Siga o passo a passo e tenha resultados melhores ao otimizar sua gestão. 

Determinar os objetivos e estratégias

Como você viu, sem metas, a empresa fatalmente ficará sem rumo. Dessa forma, a primeira medida a ser tomada antes de iniciar uma atividade ou reformular seu planejamento é definir seus objetivos. Eles podem ser:

  • tornar-se líder de mercado em sua região, cidade, estado ou país;
  • aumentar o market share em 15% em um ano;
  • expandir as atividades para o exterior dentro de 5 anos.

Planejar e executar os projetos

A partir das metas traçadas, é hora de desenhar o “mapa da mina” para que o destino seja, enfim, alcançado. Para isso, você precisará de um plano de ação que seja capaz de prever possíveis contratempos, bem como de antecipar o orçamento e recursos necessários. Nesse caso, use as ferramentas 5W2H e o Ciclo PDCA para elaborar um plano sob medida.

Automatizar os processos

Se o seu ramo não é o artesanato, então o melhor a se fazer é reduzir ao máximo o trabalho manual. Nesse aspecto, vale implementar sistemas ERP que automatizem tarefas como preenchimento de notas fiscais, envio de relatórios e até pedidos de compras.

Aplicar a Melhoria Contínua

Não há estratégia que se sustente por um período indeterminado. Com o tempo, até os melhores planos tendem a ficar defasados, por isso, o antídoto recomendado é aplicar o conceito Kaizen, ou Melhoria Contínua

Orientar-se pelo Guia PMBOK 

Assim como o planejamento tem suas ferramentas próprias, em projetos, o Guia PMBOK vem a ser o recurso indispensável para se ter máximo controle sobre a sua gestão. Editado pelo Project Management Institute (PMI), ele é constantemente revisado e, hoje, está em sua edição de número 6. Se você pretende montar projetos campeões em sua empresa, não deixe de tê-lo sempre disponível para consulta.

Viu só como os 3Ps da estratégia são importantes e, se bem articulados, podem levar sua empresa ao crescimento? Siga as dicas que você viu aqui e, para aplicá-las, procure ter o apoio de especialistas em gestão, contabilidade e, claro, em tecnologia.

Aproveite e compartilhe este conteúdo em suas redes sociais para mostrar aos seus colegas de profissão como performar bem nos negócios!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.