OKR e KPI: quais as diferenças e como implementá-los na empresa?

OKR e KPI são duas importantes ferramentas para quem está à frente de um negócio. Aliás, se considerarmos que lidar com impostos, vender mais e ter mais clientes recorrentes é um dos principais desafios das empresas no Brasil, deixar de usá-las seria uma temeridade.

Isso porque elas ajudam não só a obter insights valiosos, mas também a orientar o processo decisório. Principalmente, naqueles momentos difíceis em que parece não haver o que fazer.

Porém, existem outras razões que justificam a implementação destes dois métodos, as quais você vai conhecer a partir de agora. Aproveite a leitura!

O que são OKRs?

Objectives and Key Results consistem nos objetivos e resultados-chave que devem orientar uma estratégia de negócios. O “pai” desse método de análise de resultados é o ex-CEO da Intel, Andrew S. Grove. Contudo, ele só ganhou fama e projeção a partir de 1999, quando impulsionou o crescimento do Google.

Uma das características que mais chamam a atenção nessa metodologia é a extrema simplicidade com que pode ser aplicada. Afinal, os OKRs consistem em uma espécie de jogo de “complete a frase”, em que antes de tomar uma decisão, o gestor precisa saber:

  • Eu vou para (Objetivo — O) medido por (Resultados-chave — KR).

Nesse caso, recomenda-se que, para cada “O”, sejam listados entre 2 a 5 KRs, como no exemplo abaixo:

  • O1: gerar mais 10% de conversões no e-commerce;
  • KR1: publicar mais 5 conteúdos de fundo de funil a cada mês;
  • KR2: captar mais 25% de leads em seis meses.

O que significa KPI?

Key Performance Indicators, ou indicadores-chave de performance, vêm a ser toda e qualquer forma de cálculo ou método usado para mensurar resultados.

Pode parecer preciosismo, mas há pesquisas que revelam que quem os utiliza sai na frente da concorrência. É o que aponta, por exemplo, a Content Trends, segundo a qual 78% das empresas que disseram documentar suas estratégias consideram ter sucesso nos negócios.

Por uma perspectiva mais ampla, os KPIs servem para avaliar o que está dando certo, o que está indo mal e, em consequência, o que fazer para melhorar as empresas.

Quais as diferenças entre OKR e KPI?

Por tratarem ambos de resultados e objetivos, é comum haver uma certa dificuldade em entender o que diferencia os OKRs de um KPI. Nesse caso, vale nos aprofundarmos um pouco mais na proposta por trás de cada um desses métodos, até para entender melhor como funcionam e como aplicá-los.

Repare que, independentemente do porte da empresa ou área de atuação, não há negócio que não possa se beneficiar deles em suas rotinas e para pautar suas estratégias. Vamos conferir, então?

Foco principal 

No caso dos OKRs, o que se busca é fazer o alinhamento interno dos objetivos da empresa. Ele ajuda, portanto, a tornar diferentes equipes e profissionais mais coesos e engajados em uma só meta, alinhados pelo mesmo pensamento. O segredo do sucesso ao implementá-lo é a sua forma extremamente simples e direta e que, por isso, ajuda a elevar os patamares de eficiência.

Por sua vez, KPI é toda métrica para medir desempenho que, pela sua relevância, torna possível orientar ações referenciadas por uma estratégia. Note que, nesse caso, todo KPI é uma métrica, mas nem toda métrica será um KPI. Por exemplo: uma loja que pretende medir o impacto da inadimplência pode usar como KPI a representatividade (%) da inadimplência no faturamento.

Benefícios e resultados esperados

Ao alinhar as metas da empresa com todos os seus colaboradores, os OKRs tornam os objetivos de cada setor e de cada profissional mais claros. Dessa forma, a produtividade tende a aumentar, já que todos saberão o que fazer e para que saem de suas casas diariamente — ou ligam seus computadores, se o trabalho for remoto. É uma forma indireta até para elevar a autoestima e a motivação, uma vez que a presença de cada um ganha mais sentido e relevância, já que os OKRs são uma estratégia Bottom Up, ou seja, colaborativa.

Por outro lado, os KPIs, como já destacado, ajudam a orientar o processo decisório, uma vez que trazem à tona a realidade da empresa. Sendo assim, um gestor passa a decidir menos com base na sua experiência e mais pautado por indicadores confiáveis.

Atividades

Embora ambos sejam indicados para toda e qualquer atividade produtiva, há segmentos em que OKRs e KPIs apresentam um fit melhor.

Nas empresas que prestam serviços, em que a dificuldade em alinhar os objetivos tende a ser maior, trabalhar com OKRs pode ajudar bastante.

Já os KPIs são valiosos para empresas que trabalham em setores nos quais o ciclo de vendas é mais rápido, como no varejo. Por eles, os resultados podem ser avaliados com mais rapidez, gerando respostas e insights para os desafios diários que esse tipo de negócio enfrenta.

Momento de colocar em prática

Aqui é onde a diferença entre OKR e KPI é mais clara. Por ser um orientador estratégico, os OKRs devem preceder o início de uma atividade ou operação, sendo avaliados em seguida.

Embora devam ser definidos previamente, os KPIs só revelam se são realmente úteis ao final de um ciclo, já que a sua finalidade, como vimos, é auxiliar a empresa a medir resultados.

OKR e KPI podem ser utilizados juntos?

Com certeza! Considera-se uma boa prática combinar o uso de diferentes ferramentas de gestão que se complementam ou, servem à mesma finalidade com uma abordagem diferente, pois isto garante que os resultados não sejam analisados de forma enviesada.

Como a tecnologia pode ajudar?

Considerando que a digitalização avança a passos largos em todas as atividades, não se pode esperar sucesso sem o uso de recursos digitais, certo? Isso vale, inclusive, na hora de adotar ferramentas de controle e de gestão.

Sua empresa pode utilizá-los “na mão”? Certamente. Mas, se essa for sua escolha, é bastante provável que haja uma perda na efetividade dessas ferramentas em função de erros, trabalho lento e resposta igualmente lenta e pouco confiável.

Então, ao adotar OKRs e KPIs, não deixe de encontrar um espaço em seu orçamento para investir em soluções adequadas que irão garantir sucesso!

Curta a página da Scoreplan no Facebook e encha o seu feed só com conteúdos de valor!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.