pensamento-estratégico

Pensamento Estratégico: uma habilidade cada vez mais necessária em qualquer posição, como desenvolver?

Diz o mestre em gestão Michael Porter que o pensamento estratégico raramente acontece de maneira espontânea.

Nada mais verdadeiro, afinal, quem pensa e age estrategicamente tem desenvolvida a veia analítica que, como tal, não se fortalece da noite para o dia.

Um autêntico estrategista sabe melhor do que qualquer um que seus atos geram consequências e, por isso, toda decisão precisa ser bem pensada.

Aliás, pensar muito bem antes de decidir não é tudo. É preciso, ainda, saber como transformar uma estratégia em ações efetivas, do contrário, tudo não passará de uma abstração sem qualquer valor.

Veja então, neste artigo, como elevar sua capacidade de conceber e colocar uma estratégia em prática, desenvolvendo principalmente suas soft skills. Continue lendo, você tem muito a ganhar!

O que é o pensamento estratégico

O pensamento estratégico é o primeiro passo para uma tomada de ação inteligente, é através dele que torna-se possível atingir metas e objetivos utilizando os recursos disponíveis da forma mais efetiva possível e, escolhendo o caminho que entregará o melhor desempenho, no menor tempo – sem deixar de considerar princípios e valores.

Em resumo, pensar estrategicamente tem a ver com abandonar o piloto automático na tomada das decisões que têm impacto em nosso futuro.

O contraditório é que em determinadas situações é estratégico que, tal piloto automático, seja acionado. Afinal, pensar estrategicamente também é sobre identificar as tomadas de decisão prioritárias.

Vejamos; escolher a cor de roupa que você vai usar amanhã, é uma decisão que precisa de análise? Ou seja, sua decisão nesta situação irá impactar em seus objetivos e metas de médio e longo prazo? Se sim, então você precisa pensar estrategicamente antes de fazer a sua escolha, se não: ative o piloto automático. 

O pensamento estratégico nas organizações

No contexto empresarial, o pensamento estratégico se apoia em três pilares:

A partir desses três pontos, a estratégia se desdobra em mais dois pilares:

  • Como fazer para alcançar nossos objetivos
  • Ajustes e correções da rota traçada

Naturalmente, e como é possível perceber,  pensamento estratégico e planejamento estratégico têm uma relação umbilical.

No caso, pensar estrategicamente é uma condição necessária para que o planejamento também seja estratégico e, acima de tudo, possível de ser colocado em prática.

Uma tomada de decisão incoerente com os objetivos estratégicos de negócio, costuma custar caro, não só em termos materiais como também pode causar danos à imagem e reputação de uma empresa.

Um exemplo disso foi o que aconteceu com a Starbucks, a gigante do café norte-americana.

Por uma série de falhas estratégicas e operacionais, ela amargou prejuízos de mais de US$ 105 milhões, em razão de um mal conduzido processo de expansão na Austrália.

E se esse tipo de falha pode acontecer até mesmo com uma marca famosa mundialmente, imagine o que a falta do pensamento estratégico pode causar em empresas menores?

A relação entre pensamento estratégico e empreendedorismo

Um problema comum no ambiente de negócios brasileiro é o eterno dilema entre dois tipos de empreendedorismo: um, motivado por necessidade e outro, visando aproveitar oportunidades.

No primeiro, o que se observa mais frequentemente é a urgência em dar respostas rápidas em razão da falta de emprego ou de meios de subsistência. Assim, a estratégia acaba por ficar em segundo plano.

Já no empreendedorismo de oportunidade, a relação se inverte. Embora o objetivo também seja a subsistência das pessoas que optam por esse caminho, nele a iniciativa de empreender privilegia a estratégia, tendo em vista a possibilidade de explorar um mercado.

Não por acaso, o pensamento estratégico é imprescindível para o design thinking, um tipo de abordagem usada para tornar processos mais ágeis no contexto das empresas. 

Em outras palavras, sem uma abordagem estratégica, não é possível empreender com sucesso, pelo menos não de uma forma sustentável e com receitas previsíveis.

Como desenvolver pensamento estratégico

Pensar estrategicamente é uma habilidade cada vez mais requerida pelas empresas, em qualquer nível organizacional. Tal capacidade tem ainda, relação direta com o desenvolvimento de uma carreira de sucesso. Ou seja, pensar estrategicamente é bom para você e para a empresa. Veja como é possível desenvolver essa habilidade:

Controle seu tempo

Tempo é e sempre será o único de todos os recursos que, uma vez perdido, não pode ser recuperado.

Você pode até recuperar-se de um prejuízo financeiro ou material, mas aquele tempo despendido em ações infrutíferas nunca vai voltar.

Os profissionais que pensam estrategicamente sabem muito bem disso e, não por acaso, controlam de perto o uso que fazem do tempo.

Veja bem, quanto mais decisões temos para tomar em um dia, menor é a nossa capacidade de tomar decisões inteligentes. Esse problema existe, de fato, e é denominado como fadiga de decisão. Obama, ex-presidente dos EUA, sabia disso e por isso desenvolveu vários métodos para melhorar a sua tomada de decisões.

Obama só tinha duas cores de terno, logo, a sua primeira atividade do dia consistia em decidir qual dos dois ele iria usar, essa certamente não era uma decisão importante perante todas as outras, e por isso ele reduziu as opções, para que a decisão fosse rápida e não demandasse muito tempo e esforço.

Também, quando as propostas eram deixadas em sua mesa, ele as categorizava distribuindo-as em três caixas: “sim”, “não”, e “vamos discutir”. Essa atividade fazia com que ele fosse direcionado a tomar uma decisão rápida, o que o ajudava a otimizar seu tempo focando a sua atenção naquilo que era mais importante e fazia sentido diante de seus objetivos.

Resumindo, dedique o seu tempo ao que é prioritário, de fato.

Questione-se sempre

Você já deve ter escutado ou visto alguém comentar que fulano “é um estrategista nato”.

Pois uma característica dessas pessoas é jamais tirar conclusões ou agir sem antes questionar-se e questionar outros, sobre por que algo acontece de determinada maneira.

Os melhores estrategistas, inclusive, não têm medo de fazer as perguntas mais difíceis, ou seja, aquelas cujas respostas podem não ser as mais agradáveis ou esperadas. Ou ainda, encontradas no Google com apenas um clique.

Pense antes de agir

Estratégia é, como vimos, colocar o pensamento antes da ação.

Quem tem o pensamento estratégico desenvolvido sabe muito bem que, sem reflexão, cálculos e estimativas, são mais altas as chances de fracasso.

Isso se aplica não só no ambiente de negócios, como na vida e nos relacionamentos. 

Lembre-se: ninguém cresce na vida sozinho e, por isso, antes de agir, é sempre recomendável ponderar o que está em jogo antes de tomar uma decisão.

Coloque-se na situação

Outra característica das pessoas que pensam estrategicamente é que elas são capazes de analisar as situações por outras perspectivas.

Ao negociar, por exemplo, elas não procuram impor seus interesses mas, antes de tudo, entender quais são os anseios da outra parte. 

Isso vale muito para quem trabalha com vendas, uma área em que conhecer os interesses do cliente e suas motivações é essencial para aumentar as chances de fechar negócio.

NOTA: Perceba que quando se trata de “Pensar antes de agir” e “Colocar-se na situação”, é também sobre a importância de ter uma visão sistêmica da situação, no momento da tomada de decisão.

Aprenda a lidar com números

Pensar estrategicamente é, sobretudo, calcular. É por isso que os melhores estrategistas têm sempre à mão uma calculadora ou estão fazendo contas e estimativas.

Não há negócio ou carreira que se sustente sem que, para isso, sejam colocados na balança todos os custos necessários.

Assim sendo, antes de tomar qualquer decisão, procure ter sempre em conta os custos que essa decisão gera, principalmente em termos financeiros.

Antecipe-se

Uma importante função da estratégia é acompanhar e até prever tendências, de modo a tomar decisões importantes baseadas justamente nestas tendências.

Portanto, quem pretende desenvolver o pensamento estratégico precisa estar sempre atento ao que acontece no mercado, mesmo naquelas situações que parecem não estar relacionadas ao seu modelo de negócio; pois podem não estar diretamente, mas sim indiretamente. Como o Metaverso, por exemplo. Além disso, é a partir disso que oportunidades únicas podem surgir. É esse acompanhamento e análise que é essencial.

Aqui, voltamos ao primeiro ponto abordado, que é o uso do tempo, afinal, quem se antecipa dificilmente chega atrasado ou perde a hora, certo?

Adote este ciclo de práticas na sua vida e nos negócios e certamente sua capacidade analítica e estratégica vai se desenvolver muito mais.

E para ficar sempre bem informado, não deixe de assinar a nossa Newsletter.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.