Redução de custos nas empresas: confira as melhores práticas

A redução de custos é uma busca constante dentro das empresas. Isso porque eles impactam diretamente a lucratividade da organização e, portanto, merecem uma atenção toda especial, a fim de evitar que cheguem a prejudicar a sua geração de resultados.

Entretanto, apenas eliminar alguns gastos não é o procedimento correto a ser adotado. Afinal, os custos são necessários para que um produto ou serviço seja oferecido com a devida qualidade aos seus clientes. Nesse contexto, existem algumas práticas que devem ser seguidas para reduzir esse tipo de gasto em seu negócio.

Neste artigo, mostraremos como você pode fazer a redução de custos de forma sustentável, garantindo a perfeita execução de suas atividades e impactando positivamente o lucro da empresa. Acompanhe!

A importância da gestão de custos

Os custos são modalidades de gastos vinculados diretamente à execução dos serviços, vendas ou produção de uma empresa. Diferentemente das despesas, eles são essenciais para a operação do negócio. Sem a devida manutenção dos custos, a realização das atividades seria impossível.

Um exemplo disso pode ser observado em uma indústria que necessita de energia elétrica para fazer o seu maquinário funcionar diariamente. O valor pago à concessionária será classificado como um custo, afinal, a empresa não poderia continuar sua operação sem esse elemento.

É exatamente nesse ponto que entra a necessidade e importância de uma boa gestão de custos. Sem ela, um empresário, por livre e simples deliberação, pode efetuar cortes desses valores e prejudicar severamente a produção da empresa.

Com uma gestão de custos eficiente, esse mesmo gestor poderá ter uma melhor visão sobre os custos incidentes sobre a sua operação e conseguirá detectar aqueles que, efetivamente, podem ser reduzidos ou, simplesmente, cortados, sem prejudicar a operacionalização do negócio nem reduzir a qualidade de sua produção.

Como reduzir custos de forma sustentável

Agora que você entendeu a importância da redução de custos de forma sustentável, bem como os impactos que podem ser gerados ao adotar estratégias de corte sem as devidas informações, mostraremos alguns caminhos que você pode tomar para que esses gastos sejam mais bem administrados, de modo a possibilitar sua redução. Acompanhe!

Elabore um bom planejamento estratégico

O planejamento estratégico é uma ferramenta de gestão que contém todas as ações a serem tomadas para que a empresa alcance seus resultados e conquiste seus objetivos. Portanto, quando se fala em redução de custos, é necessário observar sempre o planejamento estratégico da empresa.

Com isso, o gestor terá uma visão mais ampla sobre os pontos que podem ser dirimidos e poderá visualizar possíveis inconsistências que podem estar drenando dinheiro dentro da empresa.

Faça um planejamento tributário

Os tributos de uma empresa consomem grande parte do seu faturamento. Entretanto, você sabia que pode estar pagando mais impostos e contribuições do que, efetivamente, seria devido? Para verificar essa questão e evitar que isso aconteça, é necessário fazer um bom planejamento tributário.

Essa ferramenta será responsável por verificar todas as suas receitas e gastos. Em seguida, juntamente ao profissional da contabilidade, será avaliado o seu regime de tributação. Caso ele seja inadequado, sua empresa será enquadrada em outro, que proporcione uma carga tributária menor.

Esse processo também é conhecido como elisão fiscal. Trata-se de uma metodologia que visa reduzir a carga tributária sem desrespeitar os princípios legais que regem o recolhimento de impostos em nosso país.

Reavalie contratos antigos

Também é interessante reavaliar alguns contratos mais antigos. Como estamos em meio a um ambiente em que os preços de bens e serviços mudam com muita frequência, é possível que algumas contratações tenham seus valores reduzidos.

Por exemplo, pode ter surgido uma nova empresa fornecedora de um mesmo produto e serviço oferecendo preços e condições de pagamento mais acessíveis. O próprio fornecedor pode ajustar sua política de valores e oferecer descontos para clientes mais antigos.

Independentemente da situação, você precisa avaliar seus contratos frequentemente e sempre buscar reduções de custos com os fornecedores, mas tendo cuidado com prazos de entrega e a qualidade oferecida.

Crie metas de redução de custos

Também é interessante que você crie algumas metas de redução de custos. Isso servirá como um medidor da eficiência das estratégias adotadas. Ou seja, se você verifica que não foi possível diminuir um determinado valor, será possível reavaliar as medidas e conferir outras possibilidades para alcançar as metas definidas.

Terceirize algumas áreas da empresa

Até pouco tempo atrás, uma empresa não poderia transmitir para terceiros a execução dos trabalhos de determinadas áreas da sua atuação, porém, com a nova Lei da Terceirização, até mesmo a atividade-fim da empresa pode ser confiada a terceiros contratados.

Com isso, abriu-se uma grande oportunidade para que os empresários pudessem reduzir custos e manter o mesmo grau de qualidade. Isso, porque os gastos relacionados ao pagamento de seus funcionários costumam ser consideravelmente altos; além disso, o trato com eles ainda demanda diversos cuidados e observações de questões legais.

Terceirizar algumas áreas do seu negócio pode significar uma boa redução de custos, contribuindo para um aumento na lucratividade. No entanto, como tudo o que foi mencionado neste artigo, a possibilidade da terceirização também deve ser amplamente analisada antes de ser colocada em prática. 

Acompanhe os resultados

Por fim, após aplicar algumas ou todas essas práticas, é fundamental que você acompanhe os resultados. Isso será necessário para verificar se as medidas adotadas, efetivamente, proporcionaram redução de custos na empresa, além de analisar se elas causaram algum tipo de impacto negativo na qualidade dos serviços, vendas ou produtos em seu estabelecimento.

Ao implementar essas estratégias, você certamente obterá uma boa redução de custos, contribuindo diretamente para a melhora na lucratividade da sua empresa. Com o passar do tempo, isso impactará o crescimento e desenvolvimento sustentável do negócio.

Gostou das dicas deste post? Que tal aprender um pouco mais sobre esse assunto? Então, leia outro artigo que preparamos para você. Nele, mostramos um pouco mais sobre o funcionamento do planejamento estratégico.