motivos para usar o scoreplan

11 motivos para utilizar o Scoreplan

Funcionalidades, dores, benefícios… tudo está muito confuso para você? Preparamos uma lista com os 11 motivos pelos quais você deve adotar o Scoreplan para fazer a gestão estratégica da sua empresa.

Vamos lá?


1 – Planejamento com base sólida

Antes de começar: menos de 4% das empresas que entrevistamos, quando começamos com o projeto do Scoreplan, faziam Planejamento Estratégico. Se o planejamento não fosse importante, a falta dele não teria sido considerada pelo SEBRAE como a número 1 (um) no fechamento de empresas.

Esclarecido isso, tenho algumas perguntas; quando você faz planejamento na sua empresa (supondo que faça), que metodologia utiliza? Se você não usa um sistema especializado, como garante que as diretrizes dessa metodologia estão sendo seguidas corretamente? Ou ainda, se não usa uma metodologia padronizada, como faz… é guiado por sua própria intuição e conhecimento, ou, pela intuição e conhecimento da sua equipe de gestão?

(Assista o vídeo completo ou continue lendo abaixo)

Ao utilizar metodologias globalmente difundidas de Planejamento você se baseia na experiência de muitos e não apenas na sua ou do seu time. Além disso, quando você adota uma metodologia passa a ter um guia de como precisa realizar determinadas atividades para ter os bons resultados que as outras empresas também tiveram. Mas, se você não utiliza um sistema específico, seguir ou não as diretrizes de uma metodologia fica à mercê das pessoas que irão tocar o seu Planejamento.

O Scoreplan traz por padrão a metodologia de BSC, uma das mais antigas e utilizadas no mundo, mas se você não se identifica com ela ainda pode utilizar outras como GPD, OKRs e Gestão por Resultados.

Ao utilizar o Scoreplan por exemplo, criando seu Mapa Estratégico com a metodologia de BSC, além de definir seus objetivos você poderá atrelar a eles ações, projetos e indicadores, garantindo a execução do que foi planejado (mas vamos falar muito sobre isso nos próximos itens). Poderá ainda, definir uma relação de causa e efeito entre os seus objetivos para entender melhor os resultados obtidos.


2 – Execução do Planejado

Quando perguntamos para as empresas que não planejavam o motivo de não o fazerem, a maioria expunha que já tinha feito e não tinha obtido resultados, o que nos causou certo estranhamento. Ao entender melhor, descobrimos que a falta de resultado estava atrelada ao fato de que as empresas não executavam aquilo que haviam planejado. Criavam uma planilha ou um documento bonito com todo o Planejamento mas depois esqueciam numa gaveta qualquer ou em um diretório perdido.

O Scoreplan foi embasado na ideia de que a execução representa, no mínimo, 50% do caminho para o sucesso, logo ele foi desenvolvido para evitar que o Planejamento seja esquecido. Como?

(Assista o vídeo completo dos Motivos 2 e 3, ou continue lendo abaixo)

Quando você cria o Planejamento no Scoreplan, você também cria um plano de ação para cada objetivo, nesse plano de ação você define o que precisa ser feito, como precisa ser feito, por quem precisa ser feito, quais os prazos… enfim, 5W2H! “Ah mas só isso não garante a execução”, não mesmo; por isso o Scoreplan incorpora o conceito da RACI nas ações, onde você pode, além de definir o Responsável pela execução de uma ação, indicar a Autoridade dela (o chefe, ou, o cara mais interessado na execução daquela ação), podendo ainda incluir outros personagens como o Consultado e o Informado.

Além disso, o Scoreplan emite alertas sobre o vencimento das ações. Você pode definir quem; entre o Responsável, a Autoridade, o Consultado e o Informado da ação, irá receber esses alertas. Pode definir um, mais de um, todos… você é quem decide!


Painel de Ações do Scoreplan

3 – Execução do Planejado 2.0

Quando você cria o Planejamento no Scoreplan, você também pode criar projetos para cada objetivo, e não apenas simples planos de ação. Com o módulo de projetos você consegue definir fases, ações, responsáveis, prazos, orçamentos e ainda consegue fazer o acompanhamento de tudo isso através do Gráfico de Gantt, além de visualizar constantemente o previsto X realizado do projeto.


4 – Medição dos Resultados

Você traça um objetivo e define um plano de ação ou um projeto, mas como sabe se os resultados que você está obtendo com isso estão realmente conduzindo a sua empresa para o atingimento dos objetivos?

(Assista o vídeo completo ou continue lendo abaixo)

No Scoreplan, assim como você cria um plano de ação e/ou um projeto, você também pode criar e atrelar uma série de indicadores aos objetivos. Como quem define as métricas e metas é você, ou o time de gestão da sua empresa, são os resultados desses indicadores que irão mostrar o quão próximo a empresa está de atingir os seus objetivos.

Digamos que um indicador chave da empresa esteja apresentando resultados ruins; não fazer nada e só olhar para os números com pesar não vai mudar a situação. Quando um indicador fica com os resultados abaixo da meta o Scoreplan demanda que se faça uma análise crítica afim de descobrir o que motivou aquele resultado, e para isso conta com as metodologias de FCA e 5 porquês. Além da análise crítica o Scoreplan também pede que você crie ações de correção, ou seja, execução do planejado 3.0!


5 – Chega de Intuição

Antes de planejar, e para conseguir pensar estrategicamente, você precisa saber onde a sua empresa está. É comum que as pessoas envolvidas nesses processos estratégicos acreditem ter essa informação, mas nem sempre isso é verdade. Ficou na dúvida? Reúna 5 pessoas estratégicas e pergunte a elas quais são os 3 principais pontos fortes da empresa. A resposta dificilmente será a mesma. Ou seja, pessoas diferentes tem visões diferentes de um mesmo ambiente e situação, e isso se agrava se incluirmos aí clientes e outros funcionários de nível tático ou operacional.

(Assista o vídeo completo ou continue lendo abaixo)

Para que não haja o que chamamos de miopia no que tange a situação atual da empresa, o Scoreplan dispõe de algumas ferramentas de análise e diagnóstico, como por exemplo: SWOT, Diagnóstico de negócio, Diagnóstico de inovação, Canvas e outros. Através do controle de permissões é possível disponibilizar essas funcionalidades para algumas pessoas em específico. O que facilita o compartilhamento de ideias e opiniões e melhora a assertividade do resultado das análises.

Vai lançar um novo produto? Vai criar uma startup spin-off? Todas essas análises e diagnósticos irão te ajudar a ser mais assertivo.


Análise SWOT no Scoreplan

6 – Rastreabilidade e Segurança

Se você não usa um sistema especializado provavelmente utiliza planilhas (ou não faz), e aí eu te pergunto: o quanto você pode confiar nos dados e informações que estão nessas planilhas? Você sabe quem os inputou? Sabe de onde essa pessoa tirou as informações? Pode garantir que não ouve erro de digitação? Provavelmente a resposta é não, para todas ou quase todas as perguntas. E mesmo que seja sim, não deve ser bem um “sim”, mas um “acho que sim”.

(Assista o vídeo completo dos Motivos 6 e 7, ou continue lendo abaixo)

O que muda com o Scoreplan? Bom, primeiro e como dito anteriormente; você é quem define o acesso e o nível de acesso de cada usuário. Segundo; o sistema gera logs de toda e qualquer alteração e guarda histórico, ou seja, tudo é rastreável.


7 – Automatização, Ganho em tempo e Assertividade

No parágrafo anterior eu perguntei se você poderia confiar nos dados e informações contidos nas planilhas, e se poderia garantir a veracidade das informações. Seguindo nessa linha, até então eu só havia te mostrado que você pode restringir acessos e rastrear alterações. Mas, você também pode garantir uma melhor acuracidade nos dados que compõem os seus indicadores, bem como atualização automática destes.

Com a integração com o seu sistema de ERP o Scoreplan garante que os seus indicadores estejam sempre atualizados e busquem as informações direto do outro sistema (ERP), evitando erros de digitação por falta de atenção ou análise incorreta das métricas. Vou te contar uma história:

Era uma vez uma empresa, que demorava mais de 15 dias para conseguir fazer sua reunião mensal para analisar os indicadores estratégicos. Essa empresa trabalhava com o conceito de hierarquia de indicadores então, depois que o mês fechava a equipe X levava 5 dias para buscar os dados e gerar os indicadores operacionais, depois disso; a equipe Y demorava mais 5 dias para buscar os dados e gerar os indicadores táticos, e ainda, depois disso; a equipe Z demorava mais 5 dias para buscar os dados e gerar os indicadores estratégicos e montar a apresentação para a gestão. Ou seja, se em um mês essa empresa tinha resultados ruins, ela demorava mais metade do próximo período para descobrir isso e traçar uma ação de melhoria.

Com o Scoreplan integrado ao sistema de ERP, essa mesma empresa faz sua reunião mensal para analisar os indicadores estratégicos na primeira semana do mês.

O que é pior: 1 mês ou 1 mês e meio de prejuízo?


8 – Gestão de Riscos

Todas as empresas, e processos e/ou projetos dentro da empresa, estão expostos a incertezas, e essas incertezas geram riscos. A falta de conhecimento acerca das incertezas, bem como a falta de uma gestão adequada dos riscos faz com que as empresas não estejam preparadas e consequentemente sofram perdas e danos.

(Assista o vídeo completo ou continue lendo abaixo)

Uma das singularidades funcionais do Scoreplan é justamente a Matriz de Gestão de Riscos. Através dela você consegue evitar surpresas; contingenciando riscos de forma ágil e fazendo ajustes necessários em tempo.

Matriz de Riscos do Scoreplan

9 – Acesso

Várias planilhas, cópias das cópias das planilhas e arquivos estáticos desatualizados. Uma informação em cada plataforma; dados operacionais no ERP, informações estratégicas no BI, planos de ação em planilhas, informações importantes em papéis e e-mails. Se identifica?

(Assista o vídeo completo dos Motivos 9 e 10, ou continue lendo abaixo)

O Scoreplan é um sistema 100% online e integrado. Com ele você pode gerir seus planos de ação e projetos, acompanhar os indicadores, gerir os riscos inerentes ao seu negócio e ainda, ter tudo isso vinculado a uma estratégia maior, a do Planejamento Estratégico. E a melhor parte, você pode fazer tudo isso estando em qualquer lugar, a qualquer hora, e acessando de qualquer dispositivo.


10 – User Experience (UX)

É comum nas empresas, e você deve estar de acordo porque do contrário provavelmente não estaria lendo este artigo, que muitas vezes sistemas e plataformas são contratados e acabam sendo boicotados pelos usuários. Isso acontece porque o sistema em questão não é simples, não é usual e/ou não instiga os usuários a utilizá-lo.

O Scoreplan se baseia muito no conceito de gestão à vista; faróis, pipelines e cores, para que o usuário não precise ir a fundo na informação para compreendê-la, por exemplo: para saber em quais indicadores as metas não foram atingidas, basta acessar o painel e ver qual valor está marcado em Vermelho.

As cores e faróis instigam o usuário a melhorar a sua performance e intensificar o uso da plataforma, instintivamente ver números e barras subindo ativa o nosso lado competitivo.

Além disso, como toda a plataforma é embasada em metodologias globalmente difundidas, ela funciona como um “guia ambulante” mostrando qual é o próximo passo que o usuário precisa dar. Ou seja, é totalmente intuitiva.


[ATUALIZAÇÃO] 11 – Gestão Orçamentária

A capacidade de gerir adequadamente recursos financeiros tem relação direta com a continuidade e o sucesso de uma empresa, independente do seu segmento e porte.

A falta de controle, análise e planejamento acerca das receitas, gastos e custos envolvidos em todos os processos operacionais, leva muitas empresas a cometerem erros que resultam em prejuízos e, dependendo, até no encerramento das atividades da empresa.

Pode parecer um exagero, mas pensemos nos momentos de crise; sobrevivem as empresas que melhor se adaptam e conseguem gerir de forma inteligente seus recursos – através de ações certeiras, proatividade e muito controle.

No início deste ano um módulo completo de Gestão Orçamentária foi incorporado no Scoreplan.

Com ele é possível criar orçamentos com diferentes planos orçamentários (Budget); acompanhar o Previsto x Realizado e criar diferentes modelos de demonstrativos para verificar os resultados obtidos (DRE); responder as mudanças de forma ágil, monitorando e replanejando com base em um cenário atualizado e real (Forecast); simular cenários, garantindo que as estratégias sejam pensadas considerando o contexto de futuro; e muito mais!

DRE do Scoreplan

Oportunidade única: até 31/07/2020 estamos disponibilizando o plano Get Up! BR do Scoreplan. Esse plano GRATUITO contempla uma versão Beta do nosso módulo de Gestão Orçamentária. Saiba mais ou peça seu acesso aqui

E aí, o que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário!

Ainda na dúvida sobre adotar o Scoreplan? >Clique aqui<< e peça uma demonstração, uma de nossas consultoras irá te apresentar todas as possibilidades oferecidas pelo Scoreplan e você poderá sanar todas as suas dúvidas!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.