Qual a importância e como acompanhar as metas da empresa?

Acompanhar metas deveria ser um dos princípios básicos na gestão de empresas, independentemente do porte. No entanto, na prática, não é bem o que acontece e o que se vê no dia a dia de boa parte delas – é uma sequência de improvisos e de decisões baseadas no “achismo”.

Claro que imprevistos acontecem e todos estamos sujeitos a sermos vítimas das circunstâncias em nossas atividades. Contudo, por outro lado, há casos nos quais esses imprevistos poderiam ter sido evitados se, lá atrás, metas tivessem sido estipuladas e, em seguida, o caminho até seu cumprimento fosse acompanhado.

É por isso que queremos convidar você para avançar na leitura deste conteúdo no qual vamos expor algumas boas razões para sua empresa adotar o acompanhamento de metas. Continue, você só tem a ganhar!

Por que acompanhar metas em uma empresa é importante?

A dificuldade em engajar pessoas, em boa parte dos casos, está em vinculá-las a objetivos que sejam realizáveis e que façam sentido no contexto individual e coletivo. Em outras palavras: sem metas, fica difícil esperar que as pessoas se interessem pelo futuro do negócio já, que nesse caso, não há um referencial.

Dessa forma, ao definir metas, a empresa que o faz dá um passo importante no sentido de aumentar o comprometimento dos colaboradores com a sua causa. Por mais que em alguns segmentos isso pareça muito complexo, acredite, é possível motivar e aumentar o engajamento em toda e qualquer atividade produtiva ao estabelecer objetivos claros.

Como fazer um acompanhamento que realmente funcione?

Metas empresariais, em geral, devem ser “desmembradas” em outras menores, para que, assim, todos possam dar sua contribuição. Em empresas de pequeno porte, essa é uma medida mais fácil de adotar, mas quando o quadro de funcionários passa dos 100, aí então o processo de desmembramento ganha ainda mais importância.

De qualquer forma, um acompanhamento eficaz não depende apenas de especificar os objetivos a serem alcançados. Acima de tudo, é preciso que eles estejam alinhados aos anseios das equipes em cada setor e, depois disso, que eles façam sentido para cada um dos membros envolvidos. Para isso, é fundamental desenvolver a cultura do diálogo e do feedback para que todos se sintam parte do processo e, dessa forma, tomem para si as metas da empresa.

O que fazer em um cenário de pandemia e crise econômica?

Em momentos de crise, as empresas que não conseguem atingir metas, mesmo em um cenário de normalidade, sofrem ainda mais. Afinal, se nem em condições externas favoráveis elas conseguem sequer traçar objetivos, o que se poderia esperar em uma fase mais tumultuada?

Nesse caso, o momento pede que as empresas redefinam suas metas, considerando a crise mundial provocada pela pandemia de COVID-19. Nesse aspecto, as projeções para o futuro próximo não são nada favoráveis. A ONU estima que, em função da doença, a produção econômica global sofrerá uma redução de US$8,5 trilhões até 2022.

Sendo assim, é indicado que metas traçadas antes do coronavírus sejam revistas, tomando como referência o contexto atual. Vale apostar em um planejamento que contemple o melhor cenário possível, um outro realista e um terceiro, no qual se contaria com a pior situação que possa vir a acontecer. 

Quais ferramentas podem ser utilizadas para controle?

Seja qual for o plano de ação adotado, é fundamental que, paralelamente à sua execução, sejam adotadas medidas de controle e, antes disso, ferramentas para definir novas metas. Nesse caso, existem técnicas e métodos que podem ajudar você a se orientar, tendo em vista os tempos de dificuldade — e de oportunidades — que estão por vir. Veja quais são.

Benchmark

Talvez, o método de benchmark seja o mais seguro de se implementar e por uma simples razão: ele já foi testado e aprovado. Consiste em estipular metas para a empresa baseada na sua própria experiência ou, na falta dela, em casos de empresas do mesmo ramo e do mesmo porte. Seria o caso, por exemplo, de uma empresa que adota medidas de contenção em um contexto de crise, tomando como base as ações que outra também adotou.

Princípio de Pareto

Pela regra de Pareto, 80% das consequências estão ligadas a 20% das causas. Com esse princípio e ferramenta de gestão, você pode identificar que problemas afetam mais seu negócio e suas causas, ajudando assim a criar metas no sentido de superá-los. No entanto, a aplicação do princípio de Pareto exige a aplicação de fórmulas estatísticas e matemáticas. Por isso, deve ser aplicado de preferência com acompanhamento de um especialista. 

Gestão à vista

Gestão à vista nada mais é que tornar o acompanhamento de metas visual. Consiste em utilizar um quadro, no qual ficarão permanentemente expostos para as pessoas envolvidas os seguintes dados:

  • objetivo/meta;
  • especificação do indicador (por exemplo, uma queda ou aumento percentual);
  • pessoa responsável por cumprir a meta;
  • período no qual a realização da meta será acompanhada, podendo ser mensal, trimestral ou a cada seis meses.

5W2H

Para traçar metas consistentes e fazer o seu posterior acompanhamento, a ferramenta 5W2H é, ao mesmo tempo, simples e eficaz. Consiste em encontrar respostas para um conjunto de 7 perguntas:

  • what — o que fazer;
  • why — por que fazer;
  • where — onde fazer;
  • when — quando fazer;
  • who — quem vai fazer;
  • how — como fazer;
  • how much — quanto vai custar.

Metas SMART

Além das ferramentas acima, procure traçar metas que sejam do tipo SMART, ou seja:

  • S — específicas (specific);
  • M — mensuráveis (measurable);
  • A — atingíveis (attainable);
  • R — realistas (realistic);
  • T — temporais (Time based).

Em um momento de crise, as tecnologias ganham relevância ainda maior para as empresas, porque elas trazem facilidades em meio às dificuldades. Nesse aspecto, a solução oferecida pela Scoreplan é idal para todo negócio que deseja traçar objetivos e, na sequência, garantir que eles sejam alcançados. Ao acompanhar metas, não deixe de utilizar esse poderoso recurso, afinal, quanto mais equipada sua empresa estiver, menos ela será afetada pela recessão. Invista nessa ideia!

Peça uma demonstração do Scoreplan. Teremos a maior satisfação em indicar a melhor alternativa para seu negócio crescer e prosperar, não importa o tamanho da crise.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.